Água de Beber para os Fulni-ôs



O povo Fulni-ô vive no Município de Águas Belas, no agreste pernambucano, a 273 km da capital, Recife. Sua população é de aproximadamente 4.800 índígenas. Eles convivem diariamente com os não-indígenas, são todos bilíngues, se vestem como os que não são indígenas, mas não perderam sua identidade. São os únicos indígenas do nordeste brasileiro que mantém viva a sua língua nativa , a Yaathe. Altamente espiritualizados, preservam até hoje rituais de seus ancestrais, praticados em retiro nos meses de setembro a novembro. Neste lugar sagrado e secreto, chamado Ouricuri, a tribo permanece unida na Floresta, para preservar sua etnia e identidade. Suas manifestações culturais incluem a dança e a música e a venda de artesanato e ervas é uma das principais formas de subsistência .

Na tribo Fulni-ô o abastecimento de água é feito quinzenalmente através de carros pipas. A qualidade da água é razoável para ser usada para lavar roupa, tomar banho e limpar as casas , mas para consumo os índios são obrigados a comprar um caminhão pipa com água de melhor qualidade. Sendo assim , nestes tempos de pandemia , com muito menos recursos pessoais a questão da água agravou-se. Nossa campanha é para compra de caminhões pipas para as famílias Fulni-ô. Um caminhão dá para o consumo de 5 famílias durante um mês. Vamos ajudar?

Deposite qualquer valor +11 centavos para reconhecimento das doação para os Fulni-ôs na conta do Instituto. Não esqueça os centavos , pois temos outra campanha de cestas básicas em andamento paralelo.

Posts recentes

Ver tudo

Amigos queridos, apoiadores da Rifa "Agua de beber para os Fulny-ôs". Saiu o resultado do nosso sorteio:2 baralhos do oráculo Mandala Florestal foram para o Pedro e para a Kátia e os 3 cachimbos foram